Não tenho ppk, tenho vagina

Eu sei que muita gente vai me evitar após este texto. 
Sei que perderei seguidores, sei que haverá pessoas revoltadas com argumentos extremamente pessoais, tentando me mostrar que "not all men". Mas se fosse pra agradar eu não estaria aqui escrevendo, mas sim fazendo bolo de chocolate e o distribuindo pela vizinhança. 

A questão é a seguinte: a infantilização dos corpos femininos saiu da esfera masculina e viralizou como algo higiênico, padrão e bonito entre as mulheres também.

"Por que pelo de homem é sinal de virilidade e pelo de mulher é sinal de falta de higiene?" A pergunta me ocorreu na parada, esperando o ônibus pra voltar pra casa. 23h e um casal se pegando loucamente ao meu lado. O rapaz com uma barba estilo lenhador, gigante, agressiva, rebelde. A moça o beijava, roçava o rosto, o nariz, os lábios em sua barba e o fazia gemer em meio a mordidinhas e suspiros.

Poderia ser um episódio singular, algo restrito apenas a um casal, não fosse uma cena comumente vista em qualquer local. Basta dar uma passeada nas ruas de Porto Alegre, numa praça, num parque, até mesmo no centro da cidade - e principalmente nos bairros boêmios - para ver homens exibindo suas barbas viris e mulheres com suas pernas completamente depiladas, suas axilas tão lisas quanto quando nasceram exalando um cheio de jasmim - vindo de uma fábrica, é verdade, mas ainda assim jasmim. O homem, por outro lado, exibe orgulhoso seu suor másculo que empapa sua camisa xadrez por cima de uma regata branca enquanto ele bebe cerveja e fala em tom mais alto do que o necessário.

E, se passar ao seu lado uma mulher não depilada, ele rirá, dirá um "que nojo" seguido de um "que relaxamento!".

Ironia, quem curte.

Vamos do princípio: desconfio fortemente quando um cara me diz que prefere a guria "depiladinha". Que "ah, tudo bem se não for, mas depilada é melhor". E não apenas por conta de uma imposição ridícula da estética, mas nos porquês por trás dessa preferência. Vocês já pararam pra pensar no que faz um homem preferir mulheres completamente depiladas, magérrimas e com a frágil aparência de bonequinha? E por que o estereótipo de macho viril é composto por pelos e uma aparência quase monstruosa e músculos? 

Esse é o Efeito Lolita. 
O Efeito Lolita faz com que o padrão estético feminino, o que é considerado bonito, agradável aos olhos e ao toque, o imposto pela mídia, nas rodas de conversa, em banheiros, em lojas de roupa e em salões de beleza seja o corpo feminino infantilizado: nada de pelos, nada de gordura, nada que pareça agressivo. Tudo agradável com aromas suaves de lavanda. Para isso há sabonetes íntimos - que podem, inclusive, fazer mal ao ph natural da vagina - dos mais variados cheiros, roupas cada vez menores, que poderiam ser compartilhadas com uma criança de 10 anos e as mais diversas formas de depilação. Ir à praia sem se depilar? Nossa, que desleixo, que relaxamento! Ter aquela noite com o namorado estando peluda? Deuzôlivre, o que ele vai pensar, vai ficar com nojo. (Com nojo da própria barba ele não fica, né.) 
Uma dica: quem tem nojo do corpo feminino adulto, ou não gosta de mulheres no sentido sexual da coisa (e até aí tudo bem) ou tem desejos pedófilos não assumidos. 
Dia desses uma amiga estava conversando comigo sobre como ficou, durante uma semana, com lesões na parte externa da vagina por conta de uma depilação. E me pergunto: por que nos submetemos a isso? Por que tentamos parecer menininhas de 10 anos, sem pelo algum, cada vez vestindo manequins menores? Por que temos vergonha de nossas mães, tias, avós muitas vezes? É porque elas não têm essa fragilidade toda? É porque elas passaram muitas tardes de suas vidas levantando baldes pesados pra pegar água de poço, esfregando roupas no tanque e não podendo parecer frágeis e delicadas porque a vida da mulher adulta não é isso? Será que é por isso? Será que temos tanto medo de nos transformarmos em nossas mães que acabamos preferindo um estado de eterna infância? Ou será que estamos deixando nos sexualizar através da infantilização dos corpos? 

Se você, mulher, preferir se depilar: vá em frente. 
Se você, mulher, preferir não se depilar: vá em frente. 
Só, por favor, não tome essa escolha baseada no que os homens pensarão disso ou no estereótipo de que pelo = sujeira, que é falta de higiene não fazer uma depilação completa, que causa suor e mau cheiro. Porque para isso existe uma coisa chamada banho. 

(E sujos são os pelos da barba que ficam expostos na cara dos homens, pegando tudo quanto é sujeira e bactérias por onde andam, não os pelos da minha vagina, que é bem limpinha e não fica exposta pegando tudo quanto é imundície na rua. "Mas é nojento engolir pelos no sexo oral!" E os pelos nojentos da barba que a gente engole pra beijar não são nojentos, né? Capaz, super limpinhos. "Mas é difícil de acertar o local com todo aquele pelo!" Primeiro: o local tem nome, se chama clitóris. Segundo: a parte em que a língua realmente deveria ser metida não tem pelo algum naturalmente. Ou seja, algo de errado cê tá fazendo, filhote.) 

Pepeka infantiliza. 
Boceta sexualiza. 
O que eu tenho é vagina. 

E ela será como eu quiser, depilada, peluda ou com glitter.


Alguns links de textos sobre depilação, infantilização e a vagina pra vocês lerem: 
 Não me depilo
 Por que a imagem da vagina provoca horror?
 Cheiro de buceta
Vamos falar sobre a vagina

~grupinho do amô pra gente se apoiar durante o BEDA~

15 comentários:

  1. Mulher, vamo tomar um suco e conversar pessoalmente sobre isso.
    Isso tudo que você falou é extremamente necessário de se colocar. Às vezes nem eu acredito que é 2016 e a gente ainda tem esse duplo padrão ridículo em relação a estética (e em especial, pelos), em que as coisas A B e C são de menino e as coisas X Y e Z são de menina. Depilação é um processo bizarro, desconfortável e que a gente só se submete mesmo por causa desse padrão, pra não ser julgada e humilhada e receber olhar torto das pessoas - porque francamente, alguém tem fetiche por cera pra gostar de repetir esse processo o tempo todo?
    Complicado é que mesmo a gente, que sabe disso, também não consegue se libertar por completo desse julgamento internalizado e se sentir 100% à vontade sem se depilar e/ou ir atrás de outros procedimentos estéticos. Também tem essa noção absurda de que vaginas são sujas e malcheirosas e a gente precisa se entupir de cheiros artificiais e entrar nesse molde surreal de beleza, puberdade e frescor eternos, sem que nada de ~masculino~ macule nossos corpos. Eu podia ficar aqui falando de como isso destrói o nosso psicológico enquanto os rapazes saem em vantagem cultivando o "desleixo" (e ainda temos que ouvir que eles sofrem muita pressão porque "nem todo mundo tem barba nem todo mundo é musculoso ai ai ai"), mas esse comentário já está gigante hahahaha. Vamo tomar um suco e falar sobre isso???
    :**

    ResponderExcluir
  2. Ai amiga

    Eu pessoalmente falando não gosto de completamente lisa, nem totalmente peluda, mas isso sou eu.

    Porém o debate é mil vezes maior que isso, como você bem mostrou nesse texto. Até “vagina” as pessoas não conseguem falar, sempre trocam por pepeca ou algum jeito “infantilizado” de se falar.

    Isso precisa vir à tona.

    Obrigada, de verdade. ♥

    ResponderExcluir
  3. Não vejo muito problema com os nomes que as pessoas dão pra vagina (acho inclusive injusto que pênis tenha tantos nomes falados abertamente enquanto vagina o pessoal prefere até fazer mímica do que chamar de qualquer coisa que seja). Eu uso vagina com mais frequência e boceta de vez em quando.
    E isso da tal preferência por mulheres depiladas, além do efeito Lolita, ainda tem a influência do pornô. Entre mil e um motivos, no pornô a mulher tem a virilha toda depilada pra poder mostrar mais na câmera, e aí geral que assiste acha que mulher tem que ser assim em qualquer momento. Geral só esquece que, geralmente, em pornô O HOMEM também tá todo depilado na virilha pra mostrar mais. Mas é aquela coisa seletiva né, só se concentram na mulher porque why not.
    E na coisa da escolha, acho que o buraco (pun not intended) é bem mais fundo do que só uma questão de escolha. É só ver por mim: eu sei que não preciso depilar a perna se não quiser. Eu fico semanas de boa sem depilar a perna, inclusive. Eu vou pra praia sem depilar a perna, se me der na telha. Mas se eu vou sair na rua de saia ou de short, eu NÃO CONSIGO não depilar. Saí com a perna sem depilar pouquíssimas vezes, foram grandes conquistas, mas foram situações em que o pelo nem tava tão grande assim e mesmo assim passei o dia tensa por causa disso. "Cultura da depilação" é uma das coisas mais difíceis de mulher conseguir desapegar de maneira tranquila.
    E sobre omi reclamando de engolir pelo na hora do oral e outros afins: não precisa depilar pra resolver isso. É só aparar os pelos antes e pronto, cabô problema. Mesma coisa pra homem, afinal, se a mulher vai fazer a cortesia de aparar os pelos por ele, ele pode muito bem fazer o mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Se tem algo que me revolta é o tal do "é falta de higiene não depilar". Uai, a última vez que eu chequei higiene tinha mais a ver com banho do que com pelos. Aliás, já vi gente que estender essa justificativa a pelos das axilas ("ah, mas axila peluda tende a criar mais mau cheiro" MIGO, JÁ OUVIU FALAR DE DESORORANTE?) e PERNAS. Gente, perna é um lugar que praticamente não sua, não cria mau odor (a menos que você fique dias sem tomar banho mas, novamente, o problema é a falta de banho) e por que caraleos as pessoas ficam falando que é nojento perna peluda em mulher???! Nessa mesma lógica maravilhosa, então todos deveriam raspar a cabeça? As sobrancelhas e cílios? Depilar o nariz e orelhas internamente com cera?
    Mas voltando aos pelos pubianos e à suposta dificuldade de fazer sexo oral na presença deles, acho que vale fazer uma camiseta com a frase "SEXO ORAL: SE VOCÊ ESTÁ COMENDO TANTO PELO ASSIM, VOCÊ ESTÁ FAZENDO ERRADO".

    ResponderExcluir
  5. incrível mana! obrigada por escrever tudo isso <3

    ResponderExcluir
  6. mulheres e seus pelinhos... como homem e tambem peludo não ligo muito para isso, mas sabe como e modinha .... '' na minha terra a vagina tem o nome de '' afogadora de rôla". BEM ABRAÇOS E CONTINUE SEMPRE COM O SEU BOM TRABALHO.


    ResponderExcluir
  7. Guria, sabe que uns dias atrás meu namorado começou uma conversa sobre esse mesmo tema? Parece que um amigo do amigo terminou com uma menina porque "ela era nojenta e toda cabeluda". Eu fico louca com essas coisas. E é o mesmo tipo de gente que tu vê comentando no facebook sobre como a mulher deve ser. O mundo é muito hipócrita, né?! Não sei porque precisam tanto afirmar algumas coisas. E, sabe, muito da minha revolta é pelo fato de que eu, por um bom tempo, fui bastante insegura com relação a tantas coisas, e sei que tem muitas meninas sentindo o mesmo. É difícil não se importar quando se escuta tantas opiniões a respeito. Inclusive, é difícil até pensar no que realmente se quer ou gosta quando, culturalmente, um padrão está tão difundido e impregnado. Gostei muito da sua reflexão (foi um ótimo primeiro post para ler por aqui). Isso me deixa um pouco mais esperançosa com relação à evolução das pessoas, hehe. :)
    Beijos,
    Bru

    ResponderExcluir
  8. Palmas, muitas palmas, uma ovação pra esse texto!!!

    ResponderExcluir
  9. Mia, eu amei muito o teu texto! Essa questão de depilação ter que ser algo obrigatório deve acabar, e é pra ontem! Eu não tenho mais 11 anos para ser toda lisinha. Sem contar que já tive várias lesões na pele e na vagina por causa de depilação. Então, eu não sei porque falam que depilação é questão de higiene, sendo que você pode se cortar e atrair um monte de bactérias para si.
    Ah, na minha opinião, homem que gosta de mulher completamente depilada tem tendências pedófilas mesmo.
    Vou compartilhar o teu texto :D

    ResponderExcluir
  10. que texto maravilhoso, mia! ainda dentro do tema,mas em outro assunto... esses dias eu me assustei encontrando um lugar obscuro na internet onde homens comentam sobre a cor da vagina da mulher dependendo do tom da pele dela e eu fiquei: Q?????? uma página do fb compartilha umas fotos de meninas bonitas e os caras compartilham a foto (ou comentam na pagina mesmo) escrevendo coisas como: "rosinha", "essa aí deve mijar nesquik" entre outras coisas do tipo e eu fiquei pensando: oq? que tipo de homens são esses? o que eles fazem? de onde eles saem? que mundo é esse que eles tão vivendo? DIFÍCIL.

    ResponderExcluir
  11. Outro dia vi um foto que foi compartilhada de uma moça com sua virilha natural (com pelos, óbvio).
    Pra minha infelicidade, li as ofensas pq leio rápido, mesmo passando o mouse rápido também, rs.
    E eu juro que não vejo sentido nisso. Hoje mesmo falei pro marido, enquanto ele comia e derrubava quilos de comida na barba: sabia que minha vagina é mais limpa do que essa sua barba? Eu não tenho nada contra barbas, adoro, mas tbm não me sinto na obrigação de me depilar pra satisfação visual dos outros (pq convenhamos, é SÓ VISUAL pq não atrapalha em nada).

    é foda.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo texto, Mia! Eu sou uma moça que desde pequena sofro com os pelos e não suporto ver um pelinho na minha perna ou pior, no meu rosto. Maaaaaaas essa é uma escolha minha, de acordo com a forma que EU me sinto confortável e acho que se minha amiga prefere não se depilar, ou ser 100% lisa, eu não tenho nada a ver com isso e não preciso criar argumentos falsos (ui, pelo é nojento) pra diminuir essa amiga :D Mas pior que é um tema complicado mesmo, concordo com o texto e realmente reflito sobre essa lolitização (já parou pra pensar que a gente faz isso com maquiagem, também? Tipo, esconder as rugas, deixar a pele lisinha de bebê e tal D:), mas o caminho é longo pela frente e acho meio polêmica essa questão de aceitação, porque tem muita gente que entende que se maquiar/se depilar/etc é se submeter ao patriarcado...Mas sei lá, o jeito é continuar lendo sobre o assunto ahsduiahdau

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
  13. Hahahaha gostei demais!!! Eu acho que homem deveria entrar na depilação também porque tem uns que parecem uns lobisomens! E quanto essa barba longa que tá na moda, acho uma nojeira, não vejo nada de virilidade. Virilidade tem haver com a atitude da pessoa, com a mentalidade. Já vi muitos carinhas na academia com essa barba lá não sei aonde e tudo inchado, parecendo bonequinho de posto, inflado, cheio de esteróide! Dá pra ver que o cara tá pegando atalhado... Mas meu filho, se vc não é tããããooo macho, porque você não malha sem artifícios? Não vai ser uma barba que vai fazer diferença.
    Beijos!
    http://vivendolaforanoseua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Cheguei aqui através de um link do blog da Thay e: SOCORRO! "a parte em que a língua realmente deveria ser metida não tem pelo algum naturalmente. Ou seja, algo de errado cê tá fazendo, filhote"
    Amei, amei, amei.
    Eu me depilo quando quero e se quiser. Vou caminhar no parque de perna peluda sim (porque morrer de calor de calça só pq não estou com a ~depilação em dia~).
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  15. Homem que gosta de mulher gosta mais da vagina peluda do que pelada. As peludas são mais estimulantes visualmente.Mulher muito depilada, perfumada e maquiada, na hora do sexo dificulta a produção de feromônio, ou seja, do seu cheiro natural. Não quero dizer como isso que ela deva estar suja. O suor após o banho durante o sexo não tem mau cheiro e sim o odor natural da mulher que estimula o desejo masculino; e vice-versa.Aumenta a dureza e o tempo da ereção.

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.