Reflexões estranhas para uma quinta-feira à tarde

Tem essa pessoa. 
Durante toda a minha vida escolar fui colega de uma menina que me atormentava. Ela espalhava mentiras a meu respeito, escrevia na minha classe, nas paredes, no quadro da sala apelidos ridículos que passaram a ser meu nome por muitos anos porque praticamente ninguém sabia como eu realmente me chamo tamanha a popularidade desses apelidos. A guria fez da minha vida um inferno durante anos e se tem uma pessoa que está na minha lista de quando morrer, farei uma festa, é ela.

Mas é bizarro encontrá-la todos os dias no ônibus e ver que ela lê livros que eu leria ou que li e favoritei. É estranho demais perceber que temos um gosto literário extremamente parecido.

Isso me faz lembrar do filme (baseado num livro que ainda quero ler) O Talentoso Ripley, quando Matt Damon fala que nós nunca parecemos maus a nossos próprios olhos.


Tudo o que fazemos sempre tem uma justificativa. Na cabeça daquela guria eu devo ser a pior pessoa do universo. Mas não existem piores ou melhores pessoas, apenas circunstâncias que nos fazem detestar ou amar alguém. Assim como tudo pode ser uma questão de sorte. Quantas vezes nos tornamos amigas de uma pessoa e, com o passar do tempo, acabamos descobrindo que ela é um ser humano horrível?

Se até a pior das pessoas pode ter um gosto literário bom, quem sou eu pra dizer que tudo nela não presta e ela merece morrer?

Se Wagner, com todo seu antissemitismo, conseguiu compor óperas maravilhosas (o que é a Cavalgada das Valquírias? pelamor, me arrepio só de lembrar), por que uma adolescente detestável não pode ter algo de bom e precisa, necessariamente, ser odiada em toda sua essência?

Uma reflexão bem cagada pra uma quinta-feira à tarde, mas é o que temos pra hoje.

~grupinho do amô pra gente se apoiar durante o BEDA~

2 comentários:

  1. "Quantas vezes nos tornamos amigas de uma pessoa e, com o passar do tempo, acabamos descobrindo que ela é um ser humano horrível?"
    dammit, thats so me

    ResponderExcluir
  2. Bom, talvez a gente não necessariamente precise desejar a morte dessa pessoa, mas, né, deixa ela de lado, desocupa esse espaço na sua vida e coloca alguém que valha 2 segundos do seu pensamento ;)

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.